Ganhar, gastar, guardar

por Denyse Godoy

 

Só duas instituições financeiras baixam juros após Banco Central reduzir a taxa oficial

Na última quarta-feira, o Banco Central brasileiro cortou a taxa básica de juros da economia do país pela segunda vez consecutiva. A chamada Selic passou de 12% ao ano para 11,5% ao ano.

Mas, até o momento, somente duas instituições financeiras –as ligadas ao governo– reduziram os juros cobrados dos seus clientes em operações de crédito.

A Caixa Econômica Federal anunciou a diminuição logo depois que saiu a decisão do Copom (Comitê de Política Monetária do BC), na noite de quarta-feira.

Para pessoa física, o maior desconto foi dado no financiamento de veículos, cuja taxa máxima agora está em 2,25% ao mês, contra 2,45% anteriormente. Também tiveram seu custo baixado o empréstimo pessoal, o cheque especial e o financiamento para MBA e pós-graduação, entre outros.

No Banco do Brasil, a queda, divulgada hoje, foi mais modesta. A taxa mínima para financiamento de veículos, por exemplo, vai recuar de 1,4% ao mês para 1,36% ao mês a partir do próximo dia 24, assim como as do cheque especial, do parcelamento de faturas do cartão de crédito e mais quatro modalidades para pessoa física.

As duas instituições estão cortando, ainda, os juros para empresas.

Questionados, Itaú, Bradesco, Santander e HSBC disseram que ainda estudam a questão.

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

+ SOBRE JUROS NO BLOG

LIVRARIA DA FOLHA

Escrito por Denyse Godoy às 20h39

Comentários () | Enviar por e-mail | Despesas | PermalinkPermalink #

MasterCard quer levar jogo financeiro educativo para mais cidades


O consultor Conrado Navarro com os alunos
(Foto: Júlio Vilela/Divulgação)

Após três edições no bairro de Paraisópolis, zona sul da periferia de São Paulo, a MasterCard planeja expandir o seu quiz de educação financeira para outras localidades em 2012.

A competição, cuja atual temporada encerrou-se hoje, compõe-se de palestras sobre investimentos e planejamento de orçamento e contas mais um jogo de perguntas e respostas referente aos conhecimentos adquiridos, chamado "Desafio Consumidor Consciente".

Neste ano, participaram cerca de 300 alunos do Ensino Fundamental de três escolas.

"Eu nunca havia parado para pensar na importância de cuidar bem do dinheiro", diz Luís Gustavo Santos do Amaral, 14, aluno da escola municipal Dom Veremundo Toth que, em dupla com Leonardo Ventura, 14, ficou em segundo lugar na peleja, realizada no CEU Paraisópolis. "Agora, quero conseguir um emprego legal e administrar direitinho o que ganhar com o objetivo de garantir o meu futuro e o da minha família."

Orgulhosos, os estudantes contam aos consultores Conrado Navarro e Ricardo Pereira, responsáveis pelas aulas e apresentadores da disputa, como pouparam durante todo o ano para comprar um ingresso para um parque de diversões ou convenceram os pais a aplicar melhor os recursos de que dispõem. 

"Aqui, estamos plantando uma semente. Escolhemos direcionar esse esforço aos jovens justamente pelo seu poder multiplicador: o que aprendem sempre dividem em casa, na vizinhança", explica Gilberto Caldart, presidente da MasterCard Brasil e Cone Sul.

"Estimula-se, dessa maneira, a cidadania", completa Navarro.

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

LIVRARIA DA FOLHA

Escrito por Denyse Godoy às 23h37

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Hospital Nossa Senhora de Lourdes pede redução de aluguel e enfurece cotistas de fundo imobiliário

Assim como as de condomínio, as reuniões de cotistas de fundo de investimento só atraem público quando há problemas a discutir.

Pois a assembleia do Fundo de Investimento Imobiliário Nossa Senhora de Lourdes realizada extraordinariamente ontem em São Paulo teve recorde de presença. Na pauta, o pedido de redução em 33% do aluguel pago aos investidores pelo hospital que nomeia o instrumento.

Um fundo desse tipo reúne o dinheiro de um grupo de interessados em aplicar no setor e adquire um ou mais imóveis, que serão alugados. Além de receberam esses rendimentos, os participantes podem negociar suas cotas na Bolsa de Valores.

Foram os controladores do Nossa Senhora de Lourdes, localizado na zona sul da capital paulista, que procuraram a Brazilian Mortgages, maior administradora do país de fundos do gênero, para montar a ferramenta. O hospital vendeu o seu próprio prédio ao fundo e virou locatário dos investidores em 2006 (como aliás já havia feito bem sucedidamente, anos antes, com a sede da sua unidade infantil, que fica na mesma rua).

Um novo contrato de aluguel referente ao segundo fundo foi firmado no início de 2010, estabelecendo como remuneração um valor fixo não divulgado ou 8% do faturamento bruto da empresa, o que for maior.

Segundo cotistas ouvidos por esta coluna em condição de anonimato, o hospital argumentou que se encontra em situação financeira delicada no momento, com uma taxa de ocupação de apenas 60%, um nível bem inferior ao dos seus concorrentes. Recentemente, foram efetuados cortes de pessoal e encurtamento da jornada de trabalho de funcionários da área administrativa.

E aí os investidores responderam que não são sócios da empresa, apenas donos do prédio, por isso não devem se envolver em questões relacionadas à sua gestão. 

Modificações nos contratos de aluguel são comuns nesse mercado. O grupo Nossa Senhora de Lourdes mesmo conseguiu, no passado, abrandar o índice de reajuste do aluguel do edifício utilizado pela sua divisão infantil.

O que soou estranho agora foi que a empresa quisesse voltar atrás tão cedo em um acordo cujos termos foram sugeridos pela empresa, e, também, o tamanho do desconto pleiteado.  

"Ficamos surpresos com o pedido, porque se trata de um acerto bastante recente. É prematuro falar em mudanças –na época da assinatura, o prazo para revisão ficou estabelecido em três anos, no mínimo. E, naquele momento, o hospital promoveu uma série de melhorias e ampliou sua estrutura", diz Vitor Bidetti, diretor da Brazilian Mortgages.

A proposta acabou rechaçada por 97% dos 212 presentes à reunião, os quais detêm 34,19% do fundo.

Desde 10 de outubro, quando da convocação da assembleia, o preço da cota –código NSLU11B da BM&FBovespa– caiu de R$ 216 para R$ 165, ou seja, perdeu 23,61% do valor.

"Mas o lucro acumulado a partir do lançamento superou 100%", pondera Bidetti, que afirma acreditar em um desfecho amigável para o imbróglio.

Nos próximos dias, representantes do hospital, da administradora e dos participantes voltarão a se reunir. Espera-se uma decisão em duas ou três semanas.

Esse caso ilustra bem o risco envolvido nos fundos imobiliários, idêntico ao de quem compra sozinho casas, apartamentos e salas comerciais para investir: ter problemas com o inquilino.

Na opinião de especialistas, é pequena a possibilidade de o Nossa Senhora de Lourdes simplesmente parar de pagar o aluguel. Nessa hipótese extrema, o fundo teria que despejá-lo e buscar outro locatário, o que significaria despesas extras e lançaria desconfiança sobre toda essa classe de investimentos.

Procurada por esta coluna, a diretoria do Hospital Nossa Senhora de Lourdes não respondeu ao pedido de entrevista.

Escrito por Denyse Godoy às 21h15

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

TAM aumenta, para alta temporada, pontos exigidos no programa de milhagem

Em conseqüência do aquecimento do mercado de viagens internacionais, pela segunda vez em 2011 a companhia aérea TAM está modificando as regras para resgate de passagens para a América do Sul com os pontos do seu programa de fidelidade.

A empresa agora vai usar parâmetros diferentes para a baixa temporada (definida como o período de 15 de março a 31 de maio e de 16 de agosto a 30 de novembro) e para a alta (de 1º. de dezembro a 14 de março e de 1º. de junho a 15 de agosto).

Nas épocas de férias escolares do meio e do final de ano, não haverá mais desconto para quem marca o seu bilhete com até sete dias de antecedência da partida –o que significa, na prática, uma elevação de até 50% na quantidade de pontos necessária para a troca por uma nova passagem para destinos bastante populares entre os brasileiros como Argentina e Chile.

No momento, a norma vigente é a seguinte, que continuará valendo para a baixa temporada:

Classe econômica – 15.000 pontos para resgate até sete dias antes do voo e 20.000 pontos com menos de sete dias

Classe executiva – 20.000 pontos para resgate até sete dias antes do voo e 30.000 pontos com menos de sete dias

Primeira classe – 30.000 pontos para resgate até sete dias antes do voo e 40.000 pontos com menos de sete dias  

Para a alta temporada, fica assim:

Classe econômica –20.000 pontos (aumento de 33% para quem reserva com no mínimo sete dias de antecedência)

Classe executiva – 30.000 pontos (aumento de 50% para quem reserva com no mínimo sete dias de antecedência)

Primeira classe – 40.000 pontos (aumento de 33% para quem reserva com no mínimo sete dias de antecedência)

As novas mudanças entram em vigor em 21 de novembro. Então, quem já tem planos de passear entre o Natal e o Carnaval deve trocar os seus pontos pela passagem antes dessa data a fim de aproveitar a relação antiga. Os países da América Central também foram afetados; confira a lista completa no site do TAM Fidelidade.

A alteração anterior foi efetuada em maio, valendo a partir de 1º. de julho, e reajustou o número de pontos para todas as categorias, atingindo aquisições com e sem antecedência.

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

+ SOBRE VIAGEM NO BLOG

LIVRARIA DA FOLHA

Escrito por Denyse Godoy às 12h59

Comentários () | Enviar por e-mail | Despesas | PermalinkPermalink #

AGENDA DA SEMANA: Cursos e palestras para aprender a cuidar melhor do seu dinheiro

Confira a programação de eventos dos próximos dias:

---PRESENCIAIS---

CEARÁ

Fortaleza

20/10, das 19h às 22h
Palestra:
Estratégias de investimento para conquistar e multiplicar seu primeiro milhão, com o consultor Gustavo Cerbasi
Organização: Rico, homebroker da corretora Octo Investimentos
Local: Hotel Blue Tree Premium – Rua Dr. Atualpa Barbosa de Lima, 500
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelos telefones (11) 2505 5973, (11) 2505 5940 e  0800 771 5465 ou pelo site http://www.rico.com.vc/Central/CP/Inscricao.aspx?menuitem=55&idType=2&evento=65&date=1357
Mais informações: http://www.rico.com.vc/Central/Default.aspx?menuid=40


MINAS GERAIS

Belo Horizonte

18 e 19/10, das 13h às 21h30
Ciclo de palestras:
Expo Money
Programação completa: http://www.expomoney.com.br/09/pal_bhz.asp
Organização: Expo Money (GEO Eventos)
Local: MinasCentro - Rua Guajajaras, 1022, 3° andar
Para participar: Inscreva-se pelo site http://www.expomoney.com.br/2009/inscr_form_evto.asp?evt=bhz&ttipoinsc=TOPHOME
Custo: gratuito
Mais informações: www.expomoney.com.br


RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro

20/10, das 9h30 às 13h30
Curso:
Semi-intensivo de finanças pessoais – Metodologia Dsop
Organização: Ibef (Instituto Brasileiro de Executivos de finanças) Rio de Janeiro
Local: Sede do Ibef Rio – Avenida Rio Branco, 156, 4º. andar
Custo: R$ 400 para associados do Ibef e funcionários do Banco do Brasil, R$ 450
Para participar: Inscreva-se pelo telefone (21) 2217 5566 ou pelo site http://www.ibefrio.org.br/treinamento_inscricao/469
Mais informações: http://www.ibefrio.org.br/treinamentos_interna/ver/469


RIO GRANDE DO NORTE

Natal

19/10, das 19h às 22h
Palestra:
Estratégias de investimento para conquistar e multiplicar seu primeiro milhão, com Gustavo Cerbasi
Organização: Rico, homebroker da corretora Octo Investimentos
Local: Hotel Pestana Natal – Avenida Senador Dinarte de Medeiros Maris, 5525
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelos telefones (11) 2505 5973, (11) 2505 5940 e  0800 771 5465 ou pelo site http://www.rico.com.vc/Central/CP/Inscricao.aspx?menuitem=55&idType=2&codigo=1&evento=65&date=1356
Mais informações: http://www.rico.com.vc/Central/Default.aspx?menuid=40


SÃO PAULO

São Caetano do Sul

19/10, das 19h às 23h
Curso:
 Intensivo de Educação Financeira – Metodologia Dsop
Organização: Núcleo Jovem Empreendedor com o Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) de São Caetano do Sul
Local: Atende Fácil – Rua Major Carlo Del Prete, 651
Custo: R$ 260 para associados do Ciesp, R$ 330 para não-associados (podem ser parcelados em duas vezes no cheque)
Para participar: Inscreva-se pelo telefone (11) 3593 8875
Mais informações: http://dsop.com.br/agenda.html?controller=simplecalendar&view=detail&id=321

São Paulo

17 e 18/10, das 19h às 22h30
Curso:
 Educar Família – Curso básico de educação financeira (adultos)
Organização: BM&FBovespa
Local: Sede da Bolsa – Rua XV de Novembro, 275, Centro 
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelo site http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/cursos-financas-pessoais.aspx?idioma=pt-br
Mais informações: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/cursos.aspx?idioma=pt-br

19/10, das 19h30 às 21h
Palestra:
 A economia mundial, a nacional e finanças pessoais, com Roberto Macedo
Organização: Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas)
Local: Auditório Fipe Paulista – Avenida Paulista, 1499, 4º. Andar
Para participar: Inscreva-se pelos telefones (11) 3284 1624 e 3289 0813 ou pelo email palestras@fipe.org.br
Custo: gratuito
Mais informações: www.fipe.org.br/palestras

22/10, das 9 às 16h
Curso:
 Educar Master – Curso básico de educação financeira (universitários e adultos)
Organização: BM&FBovespa
Local: Sede da Bolsa – Rua XV de Novembro, 275, Centro 
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelo site http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/cursos-financas-pessoais.aspx?idioma=pt-br
Mais informações: http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/cursos.aspx?idioma=pt-br

22/10, das 8h30 às 17h30
Curso:
 Finanças para profissionais não financeiros (ambiente de negócios, decisões empresariais e finanças pessoais)
Organização: FIA (Fundação Instituto de Administração)
Local: FIA – Unidade Técnica – Rua Válson Lopes, 101, Butantã e também à distância
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelo telefone (11) 3732 2002 ou pelo site https://www.fundacaofia.com.br/cadastrofia/Default.aspx?idcurso=1170&idturma=2898
Mais informações: http://www.fiaefinancas.com.br/

22/10, das 8h30 às 18h
Curso:
 Intensivo de Educação Financeira
Organização: Instituto Dsop de Educação Financeira
Local: Sede do Dsop – Avenida Paulista, 726, conjunto 1210
Custo: R$ 390 
Para participar: Inscreva-se pelo telefone (11) 3177 7800
Mais informações: http://dsop.com.br/agenda.html?controller=simplecalendar&view=detail&id=163

---À DISTÂNCIA---

18/10, das 11h às 12h
Programa: "Fique por dentro", com CSU CardSystem, companhia aberta, com Carlos Montenegro, gerente de relações com investidores
Nas sessões, a direção de várias empresas cotadas em Bolsa apresenta seus projetos e as perspectivas para seus negócios.
Organização: Corretora Souza Barros
Custo: gratuito
Para participar: Acesse o endereço www.souzabarros.com.br

Permanente
Cursos:
Finanças pessoais e mercado de ações (vários)
Organização: BM&FBovespa
Custo: gratuito
Para participar: Acesse o site http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/cursos.aspx?idioma=pt-br

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

LIVRARIA DA FOLHA

Escrito por Denyse Godoy às 16h06

Comentários () | Enviar por e-mail | Agenda | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

denysegodoy Elaborado pela jornalista Denyse Godoy, o blog trata da economia da vida real.


Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.