Ganhar, gastar, guardar

por Denyse Godoy

 

Erros na execução de operações continuam liderando reclamações à Bolsa

Em 2011, o serviço de ombudsman da BM&FBovespa recebeu o menor volume de reclamações desde a sua criação, em 2006: 689, 6,3% abaixo do número registrado em 2010.

"Mas se trata de uma redução muito pequena, que interpretamos como estabilidade. Por uma observação empírica, considerando a quantidade de investidores e de instituições, acreditamos que esse é o nível médio de queixas inerente ao mercado de capitais brasileiro", diz Izalco Sardenberg, o ouvidor da Bolsa de Valores brasileira.

Como nos anos anteriores, os erros na execução de pedidos de negociação aparecem no topo da lista de protestos, com 40%. Dificuldades na transferência de custódia entre corretoras somaram 13% e problemas com os canais eletrônicos de transação (atualmente, só o "home broker"), 12%.  

"Por mais que trabalhemos com os investidores e as corretoras, é difícil reduzir os erros e desvios, evitar que se coloquem como o principal descontentamento", diz Sardenberg. "Essa cifra representa uma porcentagem mínima do total de operações."

Diante das 141,229 milhões de ordens cumpridas em 2011, 0,00002%. "Não vejo problema grave no país quanto a essa questão", afima o ombudsman.

Neste ano, a BM&FBovespa vai lançar um guia para ensinar o pequeno investidor a resolver pequenos contratempos e encaminhar suas dúvidas e reclamações à Bolsa. Também realizará um workshop com os ouvidores das corretoras de valores a fim de ajudá-las a aprimorar o atendimento.

Essas intermediárias foram alvo de 72% das demandas ao ombudsman; os bancos vieram com 8%; a própria Bolsa, com 8%; e as empresas listadas, com 2%.

Os interessados em falar com Sardenberg devem primeiro protocolar sua queixa pelo telefone (11) 3272 7373 ou pelo site http://www.bmfbovespa.com.br/shared/iframe.aspx?altura=600&idioma=pt-br&url=www.intergrall.com.br/callcenter/bolsanova_contato.php. Com a identificação do recibo, podem ligar para  0800 770 0149. O prazo para resposta é de trinta dias, prorogáveis por mais quinze em casos complexos.

Você já teve problemas operando na Bolsa? Deixe um comentário! Sorriso

Escrito por Denyse Godoy às 17h37

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Site que pesquisa melhores financiamentos imobiliários agora vai comparar consórcios

O Canal do Crédito (www.canaldocredito.com.br), portal que funciona como um corretor on-line de financiamentos imobiliários, pesquisando as opções de empréstimo mais vantajosas, vai lançar na segunda quinzena de fevereiro uma facilidade semelhante relacionada a consórcios. Não só de casas e apartamentos, mas também de veículos e serviços como viagens, cursos de pós-graduação e cirurgias plásticas.

"Desenvolvemos uma metodologia que trata essa ferramenta como um investimento –já que o cliente precisa recolher determinada quantia todo mês a fim de retirar o bem desejado– e mostra qual produto oferece o maior retorno para o dinheiro aplicado, considerando a taxa de administração e outros custos", explica Marcelo Prata, fundador do site.

A fim de ajudar o usuário a escolher o melhor instrumento, serão informados ainda o número de reclamações procedentes registradas no Banco Central a respeito de cada administradora e a quantidade de grupos sob sua coordenação.   

O levantamento é grátis para o consumidor –a instituição financeira com a qual fechar negócio pagará uma tarifa para o Canal do Crédito, no mesmo modelo adotado pelo buscador de empréstimos habitacionais. Desde 2009, quando foi criada, a consultoria já realizou R$ 3,5 bilhões em simulações e atendeu cerca de 50 mil interessados, segundo Prata.

VOCÊ SABIA QUE...
...o consórcio é um mecanismo só existente no Brasil? Nasceu em 1960, época da instalação da indústria automobilística no país, por obra de funcionários do Banco do Brasil que tiveram a ideia de montar um fundo com o objetivo de facilitar a aquisição de carros pelos seus membros.
Atualmente, conta com aproximadamente quatro milhões de associados em uma carteira de R$ 34 bilhões. Piscadela

Escrito por Denyse Godoy às 13h20

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Empresas já começaram a enviar os comprovantes de quitação das contas de 2011

A lei federal 12.007, de julho de 2009, obriga as companhias que mantêm relacionamento perene com o consumidor a remeter aos seus clientes em maio o certificado de quitação das contas do ano anterior, mas muitas prestadoras de serviço já estão mandando o comprovante.

Geralmente, o atestado aparece como uma inscrição na fatura regular, não é enviado à parte.

Esse resumo substitui os recibos individuais de pagamento –de cartão de crédito, água, luz, academia de ginástica, escola de idiomas, TV a cabo, internet, plano de saúde, etc– para que o usuário possa se desfazer do excesso de papelada referente aos meses de 2011.

Quem não receber o documento pelo correio deve solicitá-lo à empresa.

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

Escrito por Denyse Godoy às 22h39

Comentários () | Enviar por e-mail | Despesas | PermalinkPermalink #

AGENDA: Cursos e palestras para aprender a cuidar melhor do seu dinheiro

Confira as oportunidades de aprendizado sobre finanças pessoais oferecidas por diversas instituições:


---PRESENCIAIS---

BAHIA

Salvador

10/02, das 11h às 18h
Palestra: Opere ao vivo
Organização: Rico, homebroker da corretora Octo Investimentos, e Proinvestors
Local: Sede da Proinvestors - Avenida Tancredo Neves, 3343 - salas 301 e 306 - Pituba
Custo: R$ 240 para clientes e R$ 330 para não clientes
Mais informações: http://www.rico.com.vc/; telefones (71) 3419 2575 e (71) 3419 2572


PARANÁ

Curitiba

10/02, das 18h às 23h
Curso: Avançado de operações com ações e opções
Organização: Corretora Walpires
Local: Hotel Transamérica Batel - Avenida do Batel, 1732 - Batel
Custo: R$ 750 em até três vezes
Para participar: Inscreva-se pelo site http://www.seuconsultorfinanceiro.com.br/cursosPresencial_Curso.php?idPai=15&idFilho=348#


RIO DE JANEIRO

Rio de Janeiro

07/02, das 18h30 às 20h30
Palestra: Invista no mercado financeiro
Organização: UM Educacional
Local: Sede da UM Investimentos - Praça XV de Novembro, 20 - Centro
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelo e-mail palestrasrj@umeducacional.com.br
Mais informações: www.umeducacional.com.brtelefones (21) 2508 3939 e (21) 2508 3946


SÃO PAULO

São Paulo

31/01, das 9h às 12h
Palestra:
 Preparando-se para uma vida sem dívidas
Organização: Instituto Dsop de Educação Financeira
Local: Sede do Dsop - Avenida Paulista, 726, conjunto 1210 - Bela Vista
Custo: gratuito 
Para participar: Inscreva-se pelo telefone (11) 3177 7800 ou pelo email dividas@dsop.com.br
Mais informações: http://dsop.com.br/agenda.html?controller=simplecalendar&view=detail&id=424

01 e 02/02, das 18h30 às 22h30
Curso: Estratégias de trading
Organização: UM Educacional
Local: Filial da UM Investimentos em São Paulo - Av. Chedid Jafet, 222 - Vila Olímpia
Custo: R$ 350 (em até 12 vezes sem juros ou à vista com desconto)
Para participar: Inscreva-se pelo e-mail cursos@umeducacional.com.br
Mais informações: www.umeducacional.com.br; (11) 3525 3478

02/02, das 19h30 às 20h30
Palestra:
  Formação da Europa - Do império à crise atual
Organização: Apogeo Investimentos 
Local:  Sede da  Apogeo Investimentos – Rua dos Pinheiros, 498, conjunto 81 - Pinheiros
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelo site www.apogeo.com.br

06/02, das 9h às 18h
Curso: Análise gráfica para o mercado de ações
Organização: UM Educacional
Local: Filial da UM Investimentos em São Paulo - Av. Chedid Jafet, 222 - Vila Olímpia
Custo: R$ 350 (em até 12 vezes sem juros ou à vista com desconto)
Para participar: Inscreva-se pelo e-mail cursos@umeducacional.com.br
Mais informações: www.umeducacional.com.br(11) 3525 3478

11/02, das 8h30 às 17h30
Curso: Análise fundamentalista de empresas
Organização: Consultoria Comdinheiro e FIA (Fundação Instituto de Administração)
Local: Unidade FIA Butantã - Rua José Alves da Cunha Lima, 172 - Butantã
Custo: R$ 1.000 (em duas vezes iguais ou com 10% de desconto à vista)
Para participar: Inscreva-se pelo site http://www.fiaefinancas.com.br/mod/resource/view.php?id=52
Mais informações:  fiaefinancas@fiaefinancas.com.br; (11) 3732 2002

13 e 14/02, das 19h às 22h30
Curso: Educar Família – planejamento de orçamento e investimentos
Organização: BM&FBovespa
Local: Sede da Bolsa – Rua XV de Novembro, 275 - Centro
Custo: gratuito
Para participar: Inscreva-se pelo site www.bmfbovespa.com.br/cursos

28 e 29/02 e 01 e 02/03, das 19h às 22h30
Curso: Valuation - Análise de empresas para investimentos
Organização: Apimec (Associação dos Analistas e Profissionais de Investimento do Mercado de Capitais)
Local: Sede da Apimec - Rua Líbero Badaró, 300, 2o. andar - Centro
Custo: R$ 800 para associados Apimec e R$ 1.100 para não-associados
Para participar: Inscreva-se pelo email eventos@apimecsp.com.br ou pelo telefone (11) 3107 1571
Mais informações: No site http://www.projup.com.br/arq/121/arq_121_219470.jpg


---À DISTÂNCIA---

10/02, das 18h30 às 20h30
Curso: Introdução ao mercado financeiro
Organização: UM Educacional
Custo: R$ 50,00
Para participar: Inscreva-se pelo e-mail cursos@umeducacional.com.br
Mais informações: www.umeducacional.com.br; (11) 3525 3478, (21) 2508 3939 e (21) 2508 3946

10/02, das 18h30 às 20h30
Curso: Análise gráfica sem mistério
Organização: UM Educacional
Custo: R$ 50,00
Para participar: Inscreva-se pelo e-mail cursos@umeducacional.com.br
Mais informações: www.umeducacional.com.br; (11) 3525 3478, (21) 2508 3939 e (21) 2508 3946

Permanente
Cursos: Finanças pessoais e mercado de ações (vários)
Organização: BM&FBovespa
Custo: gratuito
Para participar: Acesse o site http://www.bmfbovespa.com.br/pt-br/educacional/cursos/cursos.aspx?idioma=pt-br

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

DICAS PARA CUIDAR BEM DO SEU DINHEIRO

Escrito por Denyse Godoy às 21h10

Comentários () | Enviar por e-mail | Agenda | PermalinkPermalink #

Nova tecnologia permite pagar compras na internet parceladas no boleto bancário

Atualmente, compras realizadas em lojas virtuais só podem ser parceladas no cartão de crédito. A quem não possui o plástico, prefere não utilizá-lo na internet pelo medo de fraudes ou simplesmente não quer comprometer o seu limite por muitos meses resta apenas pagar com boleto bancário, à vista.

Um novo sistema criado pela administradora iVarejo agora vai possibilitar que os consumidores fracionem os valores em prestações também utilizando os bloquetos.

A solução –oferecida aos estabelecimentos pela desenvolvedora de programas para comércio eletrônico Braspag– trata, essencialmente, de deixar as faturas mais confiáveis para que os varejistas se sintam seguros em disponibilizar tal opção para seus clientes.

Os especialistas estimam que, hoje, de cada cem compras realizadas com boleto, entre 40% a 45% deixam de ser concretizadas, pois o consumidor simplesmente não quita o documento –devido a esquecimento ou a desistência após uma compra por impulso. O envio do produto depende, claro, do pagamento, por isso as empresas sentiam dificuldade em imaginar um modelo que permitisse dividir os montantes em bloquetos ao longo de determinado período.

"Esse instrumento permitirá um salto nas vendas das lojas on-line", diz Luís Lima, diretor comercial da Braspag.

A fim de fazer parte da nova plataforma, o boleto deve ser formalmente registrado na instituição bancária, lastreado na nota fiscal do produto, e conter informações como os juros a serem cobrados em caso de demora na quitação.

"E, antes de fechar a operação, o cliente tem o seu histórico de pagamento levantado e minuciosamente estudado para a aprovação do cadastro", explica Luiz Otávio de Almeida Carneiro, presidente da iVarejo.

Cada site estipulará as próprias regras para as suas transações, mas a expectativa é que definam uma porcentagem de entrada e entreguem a mercadoria depois da liquidação da primeira fatura.

Acionando a central de atendimento da administradora, os consumidores conseguem consultar os documentos pendentes e solicitar a segunda via, quando necessário.  

A ferramenta, que pode ser empregada por lojas do mundo real e nas vendas de porta em porta, possui a vantagem, para os comerciantes, de custar menos do que o cartão de crédito. Entretanto, significa assumir totalmente o risco da operação, como na aceitação de cheques pré-datados.

Caso o cliente atrase a quitação, vai a protesto e o seu nome é incluído no cadastro de inadimplentes.

Para os bancos, a iVarejo funciona como câmara de negociação dos boletos, intermediando o repasse das faturas que as instituições têm a receber.

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

Escrito por Denyse Godoy às 14h07

Comentários () | Enviar por e-mail | Despesas | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

denysegodoy Elaborado pela jornalista Denyse Godoy, o blog trata da economia da vida real.


Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.