Ganhar, gastar, guardar

por Denyse Godoy

 

Este blog rumou para um novo endereço!!!

Queridíssimos leitores,

A partir deste momento, o Ganhar, gastar, guardar, o blog de finanças pessoais –e o único de economia– da Folha.com está de casa nova! Por favor, incluam o endereço nos seus favoritos: http://denysegodoy.blogfolha.uol.com.br/Rindo a toa

O que não muda é a missão de lhes levar sempre toda informação útil e interessante que diz respeito ao seu bolso! Então, continuem sempre à vontade para participar dos debates, mandar sugestões, dúvidas, comentários. Poderemos ficar ainda mais próximos agora, com as funcionalidades adicionais do diário.

Os textos anteriores, deste site, permanecerão acessíveis na nova página, organizados em ordem cronológica.

Me acompanham?

Um grande abraço!

PS.: Aproveitem para conhecer as demais colunas do portal, também remodeladas. Conteúdo de altíssima qualidade a seu serviço: www.folha.com.br/blogs.

Escrito por Denyse Godoy às 21h38

Comentários () | Enviar por e-mail | PermalinkPermalink #

Bradesco cria o primeiro fundo de investimento em ações de empresas americanas negociadas no Brasil

O banco Bradesco começa a vender amanhã as quotas do primeiro fundo de investimento em empresas americanas que são negociadas na BM&FBovespa.

Das cerca de 70 corporações dos EUA já lançadas na Bolsa brasileira, dez farão parte do novo produto: Oracle, Walt Disney, McDonald’s, Caterpillar, Apple, American Express, General Electric, Walmart, Merck e Colgate Palmolive.

"Trata-se de uma alternativa interessante de diversificação de portfólio. O investidor poderá, dessa maneira, aplicar em setores que ainda não estão representados por companhias nacionais, como o de entretenimento e comunicação", explica Joaquim Levy, diretor da gestora Bradesco Asset Management.

Tais gigantes fizeram-se presentes no mercado local por meio de um título chamado BDR, Brazilian Depositary Receipt, um comprovante de que as ações propriamente ditas, emitidas na Bolsa de Nova York, encontram-se sob a guarda de uma instituição financeira designada.

Até o momento, esses ativos somente estavam ao alcance de quem possuía um patrimônio de ao menos R$ 1 milhão aplicado, os chamados investidores super qualificados (pessoas físicas ou jurídicas).

A restrição se dá por norma da CVM (Comissão de Valores Mobiliários), autarquia que fiscaliza o segmento. Como as transações são indiretas –por BDRs e não ações exatamente–, as empresas não precisam seguir as regras brasileiras, então o órgão regulador achou por bem limitar o acesso aos títulos a quem em teoria possui mais informação e experiência em Bolsa de Valores.

Entretanto, desde que os papeis começaram a ser lançados, em outubro de 2010, os bancos do país dizem que pretendem trazê-los para perto dos investidores de menor porte interessados em colocar uma parte dos seus recursos em companhias americanas. A BM&FBovespa também vê os BDRs como parte relevante da estratégia para popularizar o mercado acionário, já que os nomes famosos atraem os jovens. 

O fundo –exclusivamente de ações– criado pelo Bradesco começa a abrir caminho: destina-se a clientes que são investidores ditos qualificados, ou seja, que possuem pelo menos R$ 300 mil guardados.

O primeiro aporte deve ser de R$ 10 mil; os adicionais, de R$ 1.000 no mínimo. A taxa de administração fica em 2,5% ao ano.

"Em todas as ocasiões, antes de fazer uma aplicação financeira, o investidor já responde a um questionário que traça o seu perfil, para que seja orientado a respeito dos produtos adequados aos seus objetivos e ao risco que consegue correr", diz Marcos Daré, diretor do segmento Prime (de alta renda) do Bradesco. "Nossos gestores estarão sempre disponíveis para prestar todos os esclarecimentos aos clientes. Recebemos um grande voto de confiança do regulador."

Não há previsão de estruturação de um fundo que aceite investidores realmente pequenos.

Os investidores menores deveriam poder aplicar nesses papeis de empresas americanas? Deixe um comentário! Sorriso

Siga a coluna no Twitter para um resumo diário das notícias que mais interessam ao seu bolso!

Escrito por Denyse Godoy às 21h16

Comentários () | Enviar por e-mail | Investimentos | PermalinkPermalink #

Ver mensagens anteriores

PERFIL

denysegodoy Elaborado pela jornalista Denyse Godoy, o blog trata da economia da vida real.


Twitter RSS

BUSCA NO BLOG


ARQUIVO


Ver mensagens anteriores
 

Copyright Folha.com. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução do conteúdo desta página
em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita da Folha.com.